Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Medico terá de informar o número do Cartão Nacional de Saúde em laudos

A partir do dia 15 de dezembro, a Central de Medicamentos de Alto Custo (CMAC) Juarez Barbosa passará a exigir o número do Cartão Nacional de Saúde do médico prescritor no Laudo de Solicitação, Avaliação e Autorização de Medicamento(s) (LME)

 

No dia 20 de julho de 2011, foi publicada a Portaria n.° 763 que, assinada pela Secretaria Executiva do Ministério da Saúde e pelo Secretário de Atenção à Saúde, dispõe sobre o preenchimento do Cartão Nacional de Saúde do usuário no registro dos procedimentos ambulatoriais e hospitalares.

Essa portaria estabelece a obrigatoriedade da inclusão do número do número do Cartão Nacional de Saúde (CNS) do profissional prescritor e autorizador em substituição ao CPF, para as Autorizações de Procedimentos Ambulatoriais (Apac). Sendo assim, será necessária e obrigatória a utilização do número do Cartão Nacional de Saúde nos formulários:

Laudo de Solicitação, Avaliação e Autorização de Medicamento(s) (LME)

  • Campo 16 – Número do documento do médico solicitante
  • Campo 21 – Número do documento do paciente

Laudo de Avaliação e Autorização de Medicamento(s)

  • Campo 14 – Número de documento do avaliador

 

O farmacêutico Daniel Teles Zatta, diretor Técnico da Central de Medicamentos de Alto Custo (CMAC) Juarez Barbosa, ressalta que mesmo após a publicação da referida norma, ainda não houve mudanças no LME. Sendo assim, continua constando as possibilidades de preenchimento com o número do CPF ou CNS.

Todavia, mesmo sem a modificação do atual modelo de LME,  a Central de Medicamentos de Alto Custo (CMAC) Juarez Barbosa, a partir da data de 15 de dezembro de 2011, somente irá receber os formulários citados com a informação dos dados do Cartão Nacional de Saúde.

O diretor conta que alguns médicos têm relatado que não possuem Cartão Nacional de Saúde. Porém, explica, a partir do momento em que o profissional se cadastra no CNES de uma instituição, automaticamente é gerado o número do Cartão Nacional de Saúde. Se houver dúvidas, poderão ser realizadas consultas no site: http://cnes.datasus.gov.br/. As consultas poderão ser feitas pelo nome da instituição ou do próprio profissional.

“O recebimento do LME preenchido corretamente é importante para a continuidade do tratamento dos pacientes”, diz o diretor. A Central de Medicamentos de Alto Custo está à disposição dos médicos para os esclarecimentos adicionais que se fizerem necessários. Basta que entrem em contato com a diretoria Técnica na unidade pelo telefone: (62) 3201-7439

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2014 - o site do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás -Todos os direitos reservados
Rua T - 28 N° 245 - Qd. 24 - Lote 19 E 20 - Setor Bueno - Goiânia - GO | Cep: 74210-040 | Fone: (62) 3250-4900 | Fax: (62) 3250-4949 | E-mail - cremego@cremego.org.br
Entrada de Eventos - Rua T-27 - Qd 24 - Lote 12 E 13 - Setor Bueno - Goiânia - GO | Cep: 74210-030 | Horário de funcionamento: Segunda a Sexta - 08h00 às 18h00 / Sábado - 08h00 às 12h00